A palavra de ordem agora é sustentabilidade. A galera tá falando sobre energias renováveis, veículos menos poluentes e novas práticas de plantio. Mas e ai? O que posso fazer pra ajudar o planeta? Bom, que tal começarmos pelo Sol? Prover energia elétrica através de placas solares para os nossos projetos não é uma má ideia.

Read the rest of this entry »

Uma das grandes características da plataforma Arduino é o reaproveitamento do que se torna antigo, ultrapassado, fora de linha. Encontrar componentes eletrônicos em ferros velhos é bem fácil e na maioria das vezes não custa nada.

Você ainda tem aquele celular Nokia no fundo da gaveta? Podemos hackear ele! Mas se você não tem ou não está afim de ter muito trabalho, rola de comprar a tela já com a breakout. Estes LCDs além de ter uma ótima resolução possuem um preço super atrativo se comparado com os displays de 16×2 caracteres. Dá até para fazer seus próprios caracteres ou desenhar na tela!

LCD Nokia 5110 Read the rest of this entry »

Montar um standalone na breadboard é simples e dá pra quebrar um galho, mas quando precisamos de um Arduino em projetos mais robustos e confiáveis não dá pra contar com a sorte.

Ter todos os componentes soldados em uma placa, ao invés de apenas encaixados, pode evitar mal contato e até mesmo o desencaixe involuntário deles. Imaginem um carrinho fazendo a leitura de um terreno hostil, com muitas ondulações? É sobre isso que falo…

Arduino Standalone Read the rest of this entry »

A quem recorrer, quando estamos em apuros? Em quem confiar, quando precisamos de ajuda? Onde encontrar pessoas como nós, quando nossas garotas acham que somos os únicos malucos que gostam de fios e sucatas (isto porque elas ainda não sabem o quanto gastamos por mês, rs)! Mas não se preocupe, no mundo existem muitos de nós, basta um pouco de paciência e sorte para encontrá-los.

Read the rest of this entry »

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2011, chegou ao fim. Ela foi realizada no canteiro central do eixo monumental em frente a rodoviária de Brasília, com o tema: Mudanças climáticas, desastres naturais e prevenções de riscos. Pensando neste tema, o grupo Arduino Brasília teve a brilhante ideia de criar um projeto colaborativo baseado no conceito Internet of the things (Internet das coisas), usando a plataforma Arduino, especificamente para participação da feira.

Read the rest of this entry »

Um sensor ultrassônico é capaz de detectar objetos através da propagação de sons em alta frequência, imperceptíveis ao ouvido humano.

Para determinar a distância entre o sensor e um objeto ele dispara uma onda e calcula o tempo em que ela leva para retornar, assim que atinge um alvo capaz de refletir o som. Isso só é possível graças ao eco criado pelos pulsos ultrassônicos.

Sensor ultrassonico Read the rest of this entry »

Quem nunca quis hackear o carrinho de controle remoto do irmão mais novo ou construir o seu próprio robô usando material reciclado? Pois bem, o problema é que nem todo mundo tem um irmão caçula e poucos sabem lidar com robótica. Mas não se preocupe, o Arduino é uma proposta open hardware que a partir de agora estará ao seu lado!

Muitos levam tudo isso como um hobby e para tornar esta brincadeira mais barata e divertida alguns detalhes importantes devem ser considerados.

Foto da caixa de papelão da Sparkfun Read the rest of this entry »

Se você tem uma XBee Explorer em casa e acha que ela só serve para programar seus módulos XBee, está enganado. Olhando a placa podemos perceber a existência de um chip FTDI e dá pra notar que ela mesma já é uma breakout para o chip.

Os módulos XBee são usados para prover comunicações sem fio a 2.4Ghz com uso do protocolo ZigBee. Eles suportam ligações ponto a pronto e multi ponto. Alguns módulos alcançam uma distância de até 1500 metros!

Read the rest of this entry »

Já aprendemos como montar um Arduino Standalone, e agora chegou à hora de melhorá-lo! A ideia é reduzir ainda mais a quantidade de componentes utilizados na primeira versão. Com isso, iremos minimizar o custo de produção e aproveitar melhor o espaço na breadboard, uma vez que os componentes serão mais bem acomodados.

O LED, o Resistor de 330Ohms, o Push-button e o Resistor de 10K (O Resistor deve ser usado para evitar que o pino #1 sirva de antena para ruídos, o que pode resetar nosso Arduino) não fazem mais parte desta nova versão. O LED e o Resistor de 330Ohms eram usados apenas para fins de Hello World!, não teremos nenhuma perda com a retirada deles. O Push-button e o Resistor de 10K tinham o papel de resetar a placa, quando pressionado, mas desta vez deixaremos isto sob responsabilidade externa, de um FTDI por exemplo, quando for fazer o uploading de um sketch.

Arduino Standalone 2a versão

Read the rest of this entry »

Já sabemos que as vantagens oferecidas por esta plataforma são inúmeras, mas que tal montarmos o nosso próprio Arduino? E por que fazer isto? Ora, além de ser bastante gratificante ver seu projeto rodando em uma breadboard isto traz muitas possibilidades.

O custo de produção de uma versão standalone é menor se comparado a compra do Arduino tradicional. Graças a miniaturização da placa podemos embuti-la em projetos que exigem pouco espaço e a sensação de que “sou um máximo” vai perdurar por vários dias, rs.

Close dos componentes do Arduino Standalone

Read the rest of this entry »